AMÉRICA/HAITI - Furacão Matthew: 800 mortos, mas o balanço piora de hora em hora

Sábado, 8 Outubro 2016 catástrofes naturais   pobreza   áreas de crise  
O que sobrou da igreja em Château

CSsR

O que sobrou da igreja em Château

Porto Príncipe (Agência Fides) – “Estamos ainda à espera de notícias de nossos confrades em Jérémie. Até hoje (7 de outubro) não temos notícias. E não há nenhuma maneira de contatá-los ou ir ao local", escreve a Fides do Haiti Pe. Kénol Chéry, C.Ss.R, missionário e superior regional dos Redentoristas. "Todas as congregações religiosas estão na mesma situação. Vemos as imagens feitas pelos militares americanos que mostram a destruição, danos e desolação das pessoas. Mas as autoridades haitianas não podem ainda intervir. Só podemos rezar e esperar na expectativa de poder agir".
"As nossas duas paróquias de Saint Louis Conzague, em Fonfrede (Les Cayes), e Saint Louis Roi de France, em Château (Les Cayes), estão arrasadas. Em Chateau, a igreja paroquial e o edifício que abrigava a escola materna foram completamente destruídos", acrescentou o missionário.
Não há nenhum balanço definitivo sobre as vítimas e danos por parte das autoridades depois da passagem do furacão Matthew no Caribe. No Haiti, os mortos são agora mais de 800, de acordo com as agências, mas o balanço se torna cada vez mais dramático com o passar das horas. Também o Papa Francisco enviou suas condolências às famílias daqueles que morreram por causa do furacão Matthew, e expressou sua proximidade e afeto aos feridos e vítimas da catástrofe. (CE) (Agência Fides, 08/10/2016)



Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network