ÁSIA/SÍRIA - Crianças de Aleppo pedem paz. Bispo caldeu: informação ocidental manipulada

Sexta, 7 Outubro 2016 infância   oração   guerras   mídia  

Facebook

Aleppo (Agência Fides) – Diversas centenas de crianças e jovens de Aleppo, cristãos e muçulmanos, reuniram-se ontem, quinta-feira, 6 de outubro, para pedir com a oração e o canto o retorno da paz em toda a Síria. O encontro se deu no espaço diante de uma ex-escola franciscana na Terra Santa. Manifestações semelhantes serão realizadas hoje nas escolas de Damasco, Homs Yabroud e Tartus. Durante os encontros, as crianças vão assinar uma petição a ser enviada à União Europeia e à ONU. O apelo pela paz, com todas as assinaturas das crianças e dos jovens, será entregue nos próximos dias aos representantes da UE e da ONU, nas sedes de Bruxelas e Genebra, por três Patriarcas orientais que têm título de Antioquia: o greco-melquita Gregoire III, o greco-ortodoxo Yohanna X e o sírio-ortodoxo Ignatius Aphrem II.
Em Aleppo, também no dia da iniciativa das crianças em favor da paz, tiros de artilharia caíram abundantemente também nos bairros controlados pelo exército sírio, provocando mortos e feridos. “Há semanas”, informa à Agência Fides Antoine Audo SJ, Bispo caldeu de Aleppo, “estamos de novo em uma situação de terror geral, mas tentamos manter abertas as instituições públicas, como a universidade. Chegam dos bairros controlados pelos rebeldes, todos os dias, tiros de artilharia, com armas sofisticadas que semeiam morte, embora os rebeldes não possuam aviões. Dentre os cristãos, nas últimas duas semanas, houve mais de vinte mortos, mas sobre o que acontece aqui, a mídia ocidental não fala. Para nós, que estamos aqui, todo o sistema midiático global parece estar manobrado por interesses geopolíticos manipulam a informação. Tudo se torna pretexto de propaganda. E se continua a esconder o papel e as operações atuadas por países como a Turquia, o Catar e a Arábia Saudita”. (GV) (Agência Fides 7/10/2016).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network