ÁSIA/PAQUISTÃO - Duas parábolas em versão moderna em cena para anunciar o Evangelho da misericórdia

Quinta, 29 Setembro 2016 ano da misericórdia   evangelização   obras sociais   formação   jubileu da misericórdia   igrejas locais  

Catechetical Centre, Karachi

Karachi (Agência Fides) – Encenar duas parábolas, revistas e atualizadas em versão moderna, para anunciar o Evangelho da misericórdia: foi a iniciativa organizada, como um dos eventos do Ano jubilar, pelo Centro catequético da Arquidiocese de Karachi, dirigido pelo pe. Arthur Charles. Como informado à Fides, mais de 500 jovens, professores, pais, agentes pastorais, catequistas, sacerdotes e religiosas provenientes de toda a Arquidiocese, assistiram à performance nos dias passados, na paróquia de São Lucas, em Karachi.
“A finalidade – refere a Fides pe. Charles – era dar relevo às obras de misericórdia e destacar a atitude justa a ser cultivada para cada cristão, não só durante o Ano Santo”. Explica o Diretor: “Tudo nasce de uma relação pessoal com Jesus Cristo. Haverá sempre algo a fazer para ajudar os outros. Podemos aprender com aqueles que realizam um serviço desinteressado à comunidade. Nutrir os famintos, vestir os nus, acolher os estrangeiros, cuidar dos doentes, educar as crianças, enterrar os mortos. Hoje todos nós somos interpelados a viver o espírito evangélico da misericórdia”.
As duas parábolas encenadas foram as do homem rico que fala com o mendicante Lázaro e o da ovelha perdida, transformadas em duas históricas vividas por personagens da era contemporânea. Pe. Saleh Diego, Vigário da Arquidiocese, presente na apresentação, afirmou: “A nossa vida é servir e doar-se ao próximo. Deus nos abençoou doando-nos hoje a consciência de que o nosso tempo, os talentos, os nossos recursos devem ser compartilhados com nossos irmãos e irmãs necessitados”.
O evento foi transmitido ao vivo na televisão pelo canal “Good News Tv”, emissora católica de Karachi, dando a possibilidade a muitos outros, batizados e não, de seguir a obra teatral e “deixar-se tocar pela misericórdia do Senhor”, conclui pe. Charles. (PA) (Agência Fides 29/9/2016)




Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network