AMÉRICA/ARGENTINA - A Igreja e os movimentos populares em um dia de reflexão sobre projeto 3T

Quarta, 21 Setembro 2016 cooperação   igrejas locais   leigos   desenvolvimento  

Igreja e movimentos populares

Buenos Aires (Agência Fides) - Sessenta movimentos populares de todo o país, com a Central Geral dos Trabalhadores (CGT) e a Pastoral Social, participarão, no próximo sábado, 24 de setembro, de um encontro para discutir a atual situação social do país. O objetivo é propor o projeto conhecido como "3 T" (terra, teto e trabalho) como política de Estado.
O encontro, o primeiro de seu tipo seja para os participantes como pela maneira como é proposta, é patrocinado pelo Comitê Central do Encontro Mundial dos Movimentos Populares (EMMP) que tem como seu primeiro membro Juan Grabois, representante da Confederação dos Trabalhadores da Economia Popular e consultor do Pontifício Conselho da Justiça e da Paz.
Segundo a nota enviada à Agência Fides pela agência Telam, Grabois disse: “Queremos chamar a atenção para a entidade social que representa os excluídos, que têm pouca visibilidade na sociedade e são pouco ouvidos, e continuar na proposta de adotar o projeto integrado que apresenta as ‘3T’ como políticas do Estado”.
Dos muitos participantes no dia do estudo, já confirmaram presença os Bispos da Comissão para a Pastoral Social da Conferência Episcopal Argentina: Dom Jorge Lozano, e Dom Fernando Maletti; participará também o chanceler da Pontifícia Academia das Ciências e da Academia Pontifícia de Ciências Sociais, Dom Marcelo Sánchez Sorondo.
De acordo com as informações obtidas pela Agência Fides, há grandes expectativas para este dia especial, durante o qual haverá a oportunidade de ouvir e compartilhar as reflexões da Igreja.
(CE) (Agência Fides, 21/09/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network