ÁSIA/NEPAL - Vigário Apostólico: "99% das vítimas do terremoto que ajudamos não são católicas"

Quinta, 15 Setembro 2016

Caritas Australia

Cidade do Vaticano (Agência Fides) - "Estamos muito comprometidos com as vítimas do terremoto: a Igreja tem feito um esforço para assistência humanitária e alívio na primeira fase, que terminou hoje. Um ano e meio após a catástrofe que atingiu o país na primavera de 2015, esforços estão sendo feitos também na segunda fase, a da reconstrução, graças ao trabalho da Caritas do Nepal, e a ajuda da rede Caritas de todo o mundo": foi o que disse à Agência Fides o Bispo Paul Simick, vigário apostólico do Nepal, à margem do seminário de formação para novos bispos organizado pela Congregação para a Evangelização dos Povos, em andamento em Roma (veja Fides 02/9/2016).
“O processo de reconstrução pós-terremoto” - disse o Bispo – “começou recentemente: esperamos os procedimentos descritos no documento fundamental do Governo para a política de reabilitação e reconstrução. Estamos nos concentrando em casas, escolas, hospitais, graças à contribuição das ordens religiosas como os jesuítas e os salesianos, ao lado de muitas outras Ongs não católicas".
“Para nós, é uma forma de testemunhar o Evangelho no Nepal. Muitas comunidades pobres, em áreas remotas, confiam apenas em nós. 99% dos destinatários de nossos programas de ajuda não são católicos. Mais do que rezando, o Evangelho se doa com obras”, conta Dom Simick.
“Queremos que a nossa presença no Nepal seja criativa. A criatividade apostólica é dom do Espirito Santo. Queremos dar uma contribuição à sociedade nepalesa e o fazemos principalmente por meio da instrução e das obras sociais que promovemos há mais de 20 anos”, observa.
“A Igreja no Nepal é uma Igreja jovem, tem só 62 anos e conta com o apoio de seis congregações masculinas e 22 femininas. No total, 85 padres e 122 religiosas trabalham em muitas áreas do país. As pessoas têm uma boa opinião de nós, católicos, um pequeno rebanho de cerca de 8 mil fiéis”, conclui o Vigário Apostólico do Nepal. (PA) (Agência Fides 15/9/2016)



Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network