AMÉRICA/MÉXICO - Mais de um milhão de pessoas nas ruas em 125 cidades para a marcha da família

Segunda, 12 Setembro 2016 evangelização   política   leigos   cristianismo  

Marcha pela família

Zacatecas (Agência Fides) – Depois das manifestações a favor da família, está se verificando um despertar nacional e, é claro, a Igreja o apoia, observou Dom Sigifredo Noriega Barceló, Bispo de Zacatecas. A nota enviada a Fides informa que o Bispo, depois da Missa dominical, explicou que falar do tema da família não significa discriminar ninguém: "não é regressar ao passado, à família tradicional, mas defender a união entre homem e mulher como base para uma família ".
Não se trata de estar contra alguém nem mesmo contra os homossexuais, se reconhecem os seus direitos, mas sem negar nem destruir aquilo que é o matrimônio”, acrescentou. “A Igreja e os Bispos veem com bons olhos esse despertar da população e dá o seu apoio, mas não somos os promotores”, sublinhou o Bispo.
No último sábado (10), a “Frente Nacional pela Família” – que reúne diversas confissões religiosas e também realidades não confessionais – organizou a “Marcha pela Família”. O evento foi realizado em 125 cidades do país e movimentou mais de um milhão e meio de pessoas, segundo dados coletados por Fides. A marcha foi convocada depois que o presidente Enrique Peña Nieto decidiu apoiar uma proposta de lei sobre os “matrimônios igualitários” e depois das primeiras reações de protesto dos movimentos católicos.
Mais de um líder católico repetiu o que disse à imprensa Dom Pedro Pablo Elizondo, Bispo da Prelazia de Cancún-Chetumal: “No México, para 75% dos mexicanos, o primeiro valor é a família. Ver mais de um milhão de pessoas sair às ruas para defendê-la é uma mensagem clara e forte”.
(CE) (Agência Fides, 12/09/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network