AMÉRICA/ESTADOS UNIDOS - Viver a misericórdia na fronteira entre México e EUA

Sexta, 9 Setembro 2016 evangelização   reconciliação   refugiados  

Catholic Charities, sediada na Rio Grande Valley

Texas (Agência Fides) – O confim entre México e Estados Unidos se tornou palco de constante passagem de milhares de migrantes que tentam, do sul do continente, chegar à América do Norte, numa tentativa desesperada de buscar uma vida melhor.
Irmã Norma Pimentel, que participou recentemente do Jubileu extraordinário da Misericórdia das Américas, realizado em Bogotá (veja Fides 12/08/2016), é a diretora da Catholic Charities com sede na Rio Grande Valley, no sul do estado de Texas, que ajuda milhares de pessoas ao longo do confim. A religiosa ofereceu à Fides um testemunho de seu trabalho.
Esta é uma área de “passagem clandestina”, onde certos casos lidos em jornais se concretizam quando os migrantes tentam atravessar o confim são capturados pela polícia da fronteira. Este é o início de uma verdadeira ‘via sacra’ do sofrimento, depois de percorrer milhares de km arriscando a sua vida e a de seus filhos. Mas ainda mais triste é constatar que a maior parte dos migrantes são crianças desacompanhadas.
"Ajudamos mais de 40 mil pessoas que atravessaram esta área e a nossa é uma resposta da qual tomou parte toda a população, não apenas a Igreja católica, mas todas as diferentes Igrejas. Todos unidos como um só povo, em uma resposta humanitária”, disse irmã Norma. Não há dúvidas que muitos continuam a morrer naquele trecho e há ainda muito a se fazer” acrescentou.
Irmã Norma trabalha em um centro onde os refugiados recebem alimento, duchas, consultoria e assistência médica. O seu testemunho é um dos muitos ouvidos nos 15 grupos de trabalho em que se discutiu “como se vive a misericórdia na missão da Igreja, na Igreja local e no próprio povo”.
(CE) (Agência Fides, 09/09/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network