AMÉRICA/CUBA - “Ser cubano significa ser devoto de Nossa Senhora da Caridade do Cobre”: centenário da proclamação da Padroeira

Sexta, 9 Setembro 2016 evangelização   piedade   pobreza   política  

Nossa Senhora da Caridade do Cobre

Bayamo (Agência Fides) – “Desde que Cuba é Cuba, os cubanos têm o privilégio de rezar a nossa Mãe como Nossa Senhora da Caridade do Cobre!": assim se expressou Dom Álvaro Beyra Luarca, Bispo da diocese do Santíssimo Salvador de Bayamo-Manzanillo, na ocasião da festividade da Virgem da Caridade do Cobre, padroeira de Cuba, no dia 8 de setembro.
A nota enviada à Fides informa que todo o país celebrou ontem a festa, que este ano teve importância particular por uma dupla recorrência: o Santuário da Virgem da Caridade do Cobre celebrou os 400 anos de sua construção e todo o país comemorou o centenário da proclamação da Virgem como Padroeira de Cuba.
Dom Beyra Luarca recordou que foram os membros do Exército Libertador Cubano a pedir ao Santo Padre, no longínquo 1915, o reconhecimento solene de Nossa Senhora da Caridade do Cobre como Padroeira de Cuba. A resposta do Papa, em 10 de maio de 1916, inaugurou o século de celebrações que confirmaram que a fé do povo cubano se manteve diante de todas as situações difíceis. “Eis porque ser cubano significa também ser devoto de Nossa Senhora da Caridade do Cobre” concluiu o Bispo.
Também a mensagem de preparação de Dom Dionisio García Ibáñez, Arcebispo de Santiago de Cuba, para a festa, motivou a peregrinação dos cubanos ao Santuário: “Celebrar Nossa Senhora significa que devemos respeitar todas as pessoas, sua dignidade, seus direitos e deveres, tentando criar relações de respeito e consideração, porque este é o único caminho para capacitar as pessoas a trabalharem juntas em projetos para o bem de todos. O Papa Francisco, durante sua visita a Cuba, disse: “Aquele que não vive para servir não serve para viver!”.
A Fides recebeu várias notas informativas sobre a grande multidão presente nas diversas celebrações realizadas ontem em toda a ilha.
(CE) (Agência Fides, 09/09/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network