ÁSIA/ISRAEL - Nasce o “Centro Santa Raquel” para a assistência à saúde e à alimentação dos filhos dos migrantes

Quinta, 8 Setembro 2016 infância   migrantes  

lpj.org

Jerusalém (Agência Fides) – É intitulado a “Santa Raquel” o novo centro instituído pelo Vicariato São Tiago para os católicos de língua hebraica, com a finalidade de fornecer assistência médica, alimentar e educativa aos recém-nascidos e às crianças filhas de migrantes. A nova estrutura pretende dar atenção a um dos problemas mais dramáticos enfrentados pela população de migrantes presente em Israel. Os migrantes – referem fontes oficiais do Patriarcado Latino de Jerusalém – durante seu trabalho, que se estende todos os dias por muitas horas, para chegar ao final do mês são em grande parte obrigados a deixar os próprios filhos em estruturas não autorizadas, chamadas também de “armazéns das crianças”, onde são mantidos em locais superlotados e inseguros, administrados por mulheres migrantes sem qualquer competência profissional no campo da assistência à infância. No decorrer do último ano e meio, sete crianças morreram nessas estruturas, na região ao sul de Tel Aviv. Muitos menores voltaram para casa com graves traumas e feridas.
O Centro dedicado a Santa Raquel, figura feminina delineada na Bíblia com forte caráter de solicitude materna. O San Rachel Center iniciou a sua atividade no início de setembro de 2016 em uma estrutura de propriedade do Convento dos Capuchinhos de Jerusalém. A sede foi completamente reformada pelo Vicariato São Tiago graças à ajuda de uma rede de doadores que inclui também a Ordem dos Cavaleiros do Santo Sepulcro. Fazem parte da estrutura também alguns campos de jogos e espaços dedicados a atividades lúdicas para crianças maiores. Atualmente, a estrutura acolhe diariamente 25 bebês e crianças menores de três anos filhas de imigrantes, em maioria filipinos, indianos e cingaleses. Dentre as crianças assistidas há também alguns filhos de eritreus requerentes de asilo. Nos fins de semana, o centro é quase sempre lugar de encontro dos jovens católicos do Vicariato, quanto no verão é usado para atividades de verão para dezenas de crianças em férias. (GV) (Agência Fides 8/9/2016).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network