AMÉRICA/NICARÁGUA - Os Bispos apoiam as normas de segurança para entrar no país “por razões religiosas”

Quinta, 8 Setembro 2016 política   institutos missionários   animação missionária  

Conferência Episcopal da Nicarágua

Manágua (Agência Fides) – A Conferência Episcopal da Nicarágua (CEN) expressou o consenso à normativa relativa à imigração emanada pelo Ministério do Interior para regulamentar a entrada no país de quem declara motivos religiosos ou assistenciais. A notícia foi difundida depois do encontro de terça-feira, 6 de setembro, com representantes do governo que explicaram as razões e a alçada das normas, obtendo o apoio dos Bispos a esta medida.
"Tivemos dúvidas porque antes, era preciso superar uma série de mecanismos para facilitar a entrada e isto era um processo muito longo; assim, pedimos um encontro com os funcionários, e nos explicaram que o procedimento se realizava por razões de segurança. Agora nos disseram que é suficiente enviar uma carta sobre os missionários que devem entrar no país para agilizar o pedido” disse o Secretário da CEN, Dom Jorge Solorzano, Bispo de Granada, em nota enviada à Fides.
“No encontro – acrescentou o Bispo – a polícia nos deu alguns exemplos de casos em que chegam cidadãos dos Estados Unidos que fingem ser pastores de Igrejas evangélicas ou membros de comissões ou ONGs, mas que algumas vezes são assinalados pela Polícia Internacional como traficantes de menores ou pedófilos”.
O governo foi representado no encontro por Luis Canas, Vice-Ministro do Interior; o Comissário geral Francisco Diaz, vice-diretor da polícia nacional; Fidel Moreno, Secretário geral do prefeito de Manágua; e Denis Moncada Colindres, Vice-ministro do exterior da República. Além de Dom Solorzano, pela CEN estavam presentes o Card. Leopoldo Brenes; Dom Carlos Herrera, Bispo de Jinotega; e os Bispos do Vicariato Apostólico de Bluefields, Dom Pablo Schmitz e David Zewick.
(CE) (Agência Fides, 08/09/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network