ÁFRICA/SUDÃO - Saúde precária e chuvas fazem proliferar doenças nos campos de refugiados em Darfur

Quarta, 7 Setembro 2016 deslocados  

Nyala (Agência Fides) – A estação das chuvas no norte do Darfur anunciou novos focos de malária, tifo e icterícia entre os desabrigados. Em nota recebida pela Agência Fides aponta-se que um coordenador do campo de Sortony, na localidade de Kabkabiya, pediu às autoridades que intervenham com urgência para fornecer medicamentos e assistência médica, pois já foram registradas numerosas mortes entre a população. O comunicado indica ainda que na capital do estado de El Fasher, os cidadãos reclamaram pelas más condições de saúde causadas pela deterioração dos serviços sanitários, a assistência médica precária, remédios e carência de equipamentos básicos nos hospitais. O pessoal médico, os recém-formados que fazem residência e especialistas estão em greve em El Fasher desde 28 de julho em sinal de protesta pela falta de serviços médicos e o não pagamento dos salários aos funcionários. O governo do Estado os destituiu e afastou das estruturas. Em resposta, o Comitê Central Sudanês dos Médico condenou e denunciou a decisão do governo do norte de Darfur e da direção do hospital de El Fasher, advertindo que se trata de uma injustiça. (AP) (7/9/2016 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network