ÁSIA/TURQUIA - O Patriarcado ecumênico rejeita “as falsas acusações” de envolvimento no fracassado golpe de Estado

Segunda, 5 Setembro 2016 igrejas orientais   política internacional  

www.spc.rs

Istambul (Agência Fides) – O Patriarcado ecumênico de Constantinopla deplora as “falsas acusações” circuladas nos dias passados na imprensa turca que noticiavam um envolvimento do Patriarcado ecumênico do Patriarca ecumênico Bartolomeu I no fracassado golpe de Estado ocorrido na Turquia em 16 de julho passado. O desgosto do Patriarcado ecumênico foi comunicado pelo proto-presbítero Dositheos Agnostpoulos, responsável da Assessoria de Imprensa patriarcal, com uma declaração simples, que faz referência ao artigo atribuído ao ex-diplomata dos EUA Arthur Hughes e publicado em meados de agosto no site internet www.orietnalreview.org, apresentado à imprensa turca como fonte de indiscrições relativas ao Patriarcado ecumênico. Na realidade, o próprio Hughes desmentiu ser o autor do artigo. Considerados os aspectos poucos claros do episódio, fontes próximas ao Patriarcado informam à Agência Fides a impressão de que toda a operação tenha sido planejada para colocar em dificuldade o próprio Patriarca Bartolomeu.
No último dia 30 de agosto (veja Fides 1/9/2016) o cotidiano turco Aksam publicou na primeira página um artigo indicando presumíveis conivências da CIA e do Patriarcado ecumênico de Constantinopla com o golpe fracassado na Turquia de 15 de julho, que segundo Ancara, foi planejado pelo pregador islâmico Fethullah Gulen – atualmente exilado nos EUA – e a seu movimento Hizmet.
(GV) (Agência Fides 5/9/2016).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network