ÁSIA/JORDÂNIA - Encontro dos líderes das Igrejas sobre o presente e o futuro dos cristãos no Oriente Médio

Segunda, 5 Setembro 2016 igrejas locais   igrejas orientais   ecumenismo  

Royal Hashemite Court of Jordan

Amã (Agência Fides) – Abre-se na terça-feira, 6 de setembro, em Amã, a XI Assembleia-Geral do Conselho de Igrejas do Oriente Médio, com a participação dos líderes e dos representantes de todas as confissões cristãs presentes na região médio-oriental. Do encontro, cujo anfitrião é o Patriarcado greco-ortodoxo de Jerusalém, participam entre outros o Patriarca greco-ortodoxo de Antioquia, Yohanna X; o Patriarca caldeu, Louis Raphael I; o Patriarca latino emérito de Jerusalém, Fouad Twal: o Patriarca sírio-católico, Ignace Youssif III; o Patriarca greco-melquita, Gregoire III, e o Patriarca copta-ortodoxo, Tawadros II.
Os encontros e os colóquios entre os líderes das Igrejas e das comunidades religiosas se concentrarão sobre a condição dos cristãos médio-orientais na difícil fase histórica vivida pela região, e examinarão também a necessidade de favorecer o diálogo e a convivência com as comunidades islâmicas majoritárias, e as iniciativas de ajuda oferecidas pelas comunidades eclesiais aos refugiados e às vítimas das guerras. Também serão avaliadas as iniciativas a serem empreendidas para pedir à comunidade internacional e às potências globais e regionais que favoreçam o fim dos conflitos na Síria e no Iraque o mais rápido possível.
Sediando o encontro eclesial de alto nível, o Reino da Jordânia reivindica também o seu papel de protetor dos Lugares Santos cristãos, e comprova novamente a própria solicitude em reconhecer a presença cristã como elemento autóctone indispensável e que não pode ser excluído do mosaico de povos e comunidades religiosas que convivem no Oriente Médio. Domingo, 4 de setembro, o Rei Abdallah II, recebendo o Patriarca copta-ortodoxo Tawadros II, reiterou que a Jordânia representa um modelo de “coexistência harmoniosa” entre cristãos e muçulmanos. Durante o seu primeiro dia na Jordânia, Tawadros inaugurou em Madaba o mosteiro copta-ortodoxo de Santo Antônio – cuja primeira pedra foi depositada pelo seu predecessor Shenuda III em 2005 – e visitou o Monte Nebo, de onde Moisés teve a visão da Terra Prometida destinada por Deus ao Povo Eleito.
O Conselho das Igrejas do Oriente Médio, fundado em 1974 em Nicosia e atualmente sediado em Beirute, tem o objetivo de facilitar a convergência das comunidades cristãs da região sobre temas de interesse comum e favorecer a superação de contrastes de matriz confessional. (GV) (Agência Fides 5/9/2016).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network