ÁSIA/ÍNDIA - Madre Teresa: pessoa não centrada em si mesma

Quarta, 31 Agosto 2016 pobreza   igrejas locais   madre teresa   evangelização  

facebook

Mumbai (Agência Fides) – “Madre Teresa era uma pessoa totalmente ‘de-centrada’, ou seja, centrada no próximo e não em si mesma” e este era um dos segredos de sua pessoa e de sua santidade: manter o olhar, a atenção ao próximo, na consciência da preciosidade da relação humana, em que se manifesta o Espírito Santo e a obra de Deus. É o que diz à Agência Fides pe. Caesar D'Mello, teólogo e pároco da igreja de Santo André em Mumbai, em relação à celebração da canonização que será realizada em 4 de setembro, no Vaticano.
O sacerdote recorda seu encontro pessoal com a Madre. Quando era jovem, pe. Caesar a encontrou e já na década de ’70, graças ao Arcebispo Alan de Lastic, “se falava de Madre Teresa com respeito e reverência na Igreja e na sociedade indiana" observa. "Sua felicidade maior era participar da Eucaristia", que considerava como fonte de toda a sua atividade cotidiana, acrescenta.
"Na vez seguinte – prossegue pe. D’Mello – a encontrei em 1980, enquanto estudava teologia em Roma. Madre Teresa foi convidada para falar em um encontro de teólogos e professores de vários colégios. Todos escutamos esta simples e frágil religiosa que trabalhava com pessoas em fim de vida e indigentes em Calcutá. Disse que devemos ser gratos aos pobres que nos permitem servi-los e que devemos aprender deles porque têm muito a nos ensinar". "Suas palavras simples tocaram todos os corações. Seu breve discurso foi poderoso e eficaz simplesmente por provir de uma pessoa totalmente engajada no cuidado com os indigentes e excluídos que morriam nas ruas de Calcutá. As palavras eficazes são as que provêm de uma vida totalmente dedicada a Cristo e aos pobres”, conclui. (PA-NC) (Agência Fides 31/8/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network