ÁFRICA/EGITO - Mosteiro copta realizará um filme sobre o Papa Shenuda III

Terça, 30 Agosto 2016 cinema   igrejas orientais  

Wikipedia

Cairo (Agência Fides) - O Mosteiro egípcio de Anba Bishoy, fundador de São Bishoy no quarto século d.C em Wadi al-Natrun (a cem quilômetros ao norte do Cairo), produzirá um filme sobre o Papa Shenuda III, o patriarca que marcou com a sua figura e seu trabalho as últimas décadas da história da Igreja copta ortodoxa. A obra cinematográfica - referem fontes coptas - irá utilizar para o roteiro a contribuição dos bispos e monges que conheceram o Patriarca e colaboraram amplamente com ele nas décadas de seu ministério patriarcal. O novo filme será feito com o consentimento das autoridades eclesiásticas competentes. O anúncio da próxima produção cinematográfica segue após vários meses de intervenção com a qual o Conselho das congregações laicais ortodoxas – organismo influente dentro da Igreja copta-ortodoxa, presidido pelo Patriarca – protestou contra as empresas produtoras de filmes, documentários e séries televisão, de interpretarem sem a aprovação da Igreja qualquer iniciativa destinada a fazer filmes sobre a vida do Papa Shenuda III (veja Fides 2/3/2016). “A vida histórica do Papa Shenuda” – escreveram naquela ocasião os responsáveis desse organismo copta num comunicado enviado à Agência Fides - "pertence à Igreja", “e nenhuma produção de filme relativa à vida do patriarca pode ser realizada sem ter obtido a autorização prévia das autoridades eclesiásticas competentes, dispostas a recorrer a ações legais para tutelar suas prerrogativas”.
O Papa Shenuda III, que foi eleito Patriarca em 1971 e faleceu em março de 2012, com seus 41 anos de ministério patriarcal, teve um efeito profundo sobre o perfil atual da Igreja copta ortodoxa, agora guiada pelo Papa Tawadros II. (GV) (Agência Fides 30/8/2016).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network