ÁSIA/ÍNDIA - Primeira intervenção da Camillian Disaster Service International na área de Bihar

Segunda, 8 Agosto 2016 solidariedade  

CTF

Patna (Fides) - "Uma tragédia esperada, assim foi definida por um jornalista de News 18, um dos canais de notícias indianos, as inundações que atingiram em particular a região de Bihar na fronteira com o Nepal. No momento, existem poucos dados certos e todos trágicos". Foi o que disse à Agência Fides Marco Iazzolino, vice-coordenador internacional do Camillian Task Force, organismo da Ordem dos Ministros dos Enfermos - Camilianos, ativa desde 2001.
“Seriam mais de 2 milhões as pessoas afetadas, milhares de deslocados e pelo menos uma centena de mortos. A inundação foi causada pelas fortes chuvas na área de Terai (Nepal) que fez transbordar os rios na Índia”. Tudo isso não basta para descrever o drama dos pedidos de ajuda que chegam aos religiosos Camilianos na Índia”, continua Iazzolino. “Como Camilianos, terminamos o processo formal de reconhecimento de uma fundação chamada Camillian Disaster Service International (Cadis) que deu forma e continuidade ao trabalho da Camillian Task Force. Para levar a nossa solidariedade, Cadis Índia junto com a Caritas decidiram em poucas horas de criar uma equipe de primeira intervenção na saúde que ajude na primeira fase de emergência e acompanhe numa segunda fase de apoio. A equipe Cadis Índia se reuniu em Bangalore para avaliar a situação logística além de uma ação de orientação em vista da partida para Patna, capital de Bihar e epicentro dos danos provocados pelas inundações desses dias. A equipe é formada por 7 pessoas guiadas por Pe. Shju e Joji do Cadis Índia e pela Irmã Stepheena, médica. Estão previstas também enfermeiras que terão a tarefa de cuidar a primeira fase da intervenção depois da qual seguirão ações estruturadas. Depois de um primeiro momento em Patna no centro diocesano em que se recolherá medicamentos, o grupo irá para o distrito de Supaul onde será hospedado pela comunidade local e com as pessoas criará a primeira plataforma logística par as ajudas na área”, conclui a equipe organizadora. (AP/MI) (8/8/2016 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network