ÁFRICA/ZIMBÁBUE - O Exército adverte que está pronto para reprimir os conflitos nas ruas e na internet

Sexta, 5 Agosto 2016 direitos humanos  

Evan Mawarire

Harare (Agência Fides) - O Exército está pronto para reprimir as desordens e lutar contra “os detratores de nosso país que usam instrumentos eletrônicos para mobilizar a população a cometer atividades ilegais”.
Foi o que declarou o Tenente General Philip Valerio Sibanda, comandante do Exército de Zimbábue, numa entrevista ao jornal governamental The Herald. Segundo o General, algumas embaixadas estrangeiras estariam implicadas no financiamento de manifestações violentas da oposição, por sua vez reprimidas com dureza pela polícia com cassetetes e gás lacrimogêneo.
O comandante do Exército fez uma referência explícita às mídias sociais usadas para organizar os protestos, afirmando que se trata “de uma forma de guerra cibernética” à qual os militares estão preparados a enfrentar.
Trata-se de uma clara referência ao movimento #ThisFlag de Evan Mawarire, um pastor protestante que usa as redes sociais para convidar a população a fazer greve e a sair às ruas contra o governo do Presidente Robert Mugabe e a gravíssima crise econômica e social que o país vive (veja Fides 12/7/2016). A declaração do comandante do Exército é significativa porque duas semanas atrás os veteranos da guerra de independência denunciaram o comportamento “ditatorial” de Mugabe e pediram que seja debatida a questão da sucessão do Presidente, que já tem 92 anos. (L.M.) (Agência Fides 5/7/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network