ÁSIA/ÍNDIA - Ressarcimentos mais elevados para os cristãos, vítimas dos massacres de Orissa

Quarta, 3 Agosto 2016 perseguições   violência   hinduísmo   deslocados   minorias religiosas  

Bhubaneswar (Agência Fides) – Vitória judicial para as vítimas cristãs dos massacres em Orissa: como apurado por Fides, a Corte Suprema da Índia, considerando “inadequados” os ressarcimentos feitos até então, ordenou ao governo do Estado de Orissa que proceda a um ressarcimento suplementar para as famílias cristãs que, em 2008, foram vítimas de uma verdadeira "limpeza étnica", ocorrida no distrito de Kandhamal, levada avante com base religiosa para libertar o território dos cidadãos de fé cristã.
O veredicto pronunciado pela Corte foi decidido depois de um recurso apresentado pelo Arcebispo Raphel Cheenath. A Igreja local acolheu favoravelmente a decisão.
Falando à Fides, Sajan K. George, presidente do “Conselho global dos cristãos indianos” (Gcic) afirma: “É um passo avante na justiça para as vítimas de Kandhamal. É um sinal positivo que a Corte Suprema da Índia reconheceu a questão de um pagamento injusto. O trâmite da justiça é lento e inadequado, mas este é um sinal de esperança”.
A Igreja no estado de Orissa (no centro-leste da Índia) celebrará o “Dia dos Mártires” anualmente em 30 de agosto, no dia seguinte ao martírio de São João Batista, para recordar o sacrifício de mais de 101 pessoas que perderam a vida nos massacres anticristãos de 2007 e 2008: a maior parte das vítimas provém do distrito de Kandhamal. A violência de 2008 causou também a destruição de 8500 casas e 395 igrejas, enquanto os desalojados cristãos, expulsos de suas aldeias, foram mais de 56.000. (PA) (Agência Fides 3/8/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network