ÁSIA/JORDÂNIA - Príncipe Hassan Bin Talal: ato de violência cega o assassinato do sacerdote Jacques Hamel

Sábado, 30 Julho 2016 diálogo   jihadistas  

Radio Vaticana

Amã (Agência Fides) – O assassinato de Padre Jacques Hamel, sacerdote francês degolado enquanto celebrava a missa por dois membros do Estado Islâmico, foi um ato de violência cega que “abalou a nossa humanidade comum”. Foi o que escreveu o Príncipe jordaniano Hassan Bin talal, numa declaração postada no Facebook a ele dedicado. Na declaração, o membro da família real jordaniana, comprometido com o diálogo inter-religioso, citando também o Papa Francisco, invoca de Deus Onipotente “o dom da paz e da humanidade”. (GV) (Agência Fides 30/7/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network