ÁFRICA/ÁFRICA DO SUL - Aids: somente uma pessoa a cada quatro tem acesso aos tratamentos na África do Sul

Terça, 19 Julho 2016 saúde  

sassy mom

Durban (Agência Fides) – Teve início em 18 de julho, e se concluirá no dia 22, em Durban, na África do Sul, a 21° Conferência Internacional sobre a Aids. Cerca de 18 mil cientistas, políticos, líderes mundiais e pessoas infectadas estão reunidas para discutir o estado atual da epidemia e como alcançar o objetivo reconhecido em nível global de fornecer o tratamento para o Hiv a 30 milhões de pessoas até 2020. Desde o início da epidemia, recorda a Unaids na nota enviada à Agência Fides, cerca de 35 milhões de pessoas morreram por doenças relacionadas à Aids e se estima que existam 78 milhões de soropositivos.
“Este ambicioso objetivo não poderá ser alcançado sem os esforços de cada país; uma ampliação significativa da difusão do teste; a manutenção das pessoas em tratamento de maneira eficaz; e o início precoce do tratamento e a sua duração para toda a vida.” É o que defende a equipe de Médicos Sem Fronteiras (MSF), que participa da Conferência de Durban. O MSF oferece a própria experiência direta, compartilhando os resultados das pesquisas realizadas nos países da África ocidental e central, onde atualmente somente uma pessoa a cada quatro infectadas com Hiv, de 6 milhões e meio de soropositivos, tem acesso aos tratamentos e onde é registrado quase 1/3 dos óbitos de Aids em nível global. E nos contextos em conflito, a cobertura da terapia antiretroviral tem níveis alarmantes. Hoje, MSF financia o tratamento para mais de 250 mil pessoas infectadas em 19 países na África, Ásia e Europa oriental.
(AP) (19/7/2016 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network