ÁFRICA/EGITO - Discussão banal entre adolescentes se torna confronto sectário: um copta morto no povoado de Akoris

Segunda, 18 Julho 2016

CoptsUnited.com

Akoris (Agência Fides) – Uma briga banal entre adolescentes na tarde de domingo, 17 julho, tornou-se um confronto de matriz sectária no povoado egípcio de Akoris, situado a 12 km ao norte de Minya, provocando a morte de um cristão copta e o ferimento de outros três - uma mulher muçulmana e dois homens cristãos, parentes de dois sacerdotes. De acordo com fontes locais, o que desencadeou tudo foi uma briga entre alguns adolescentes muçulmanos, que passavam na rua com uma carroça, e alguns coptas seus coetâneos. Em pouco tempo, parentes e amigos dos jovens muçulmanos se reuniram em torno das casas dos familiares dos sacerdotes começando a insultá-los. Em seguida, surgiram bastões e facas, e a briga terminou em sangue.
Depois que se espalhou a notícia do ataque e suas consequências, uma multidão de cristãos se reuniu em torno das casas atacadas a fim de denunciar a falta de ação das forças de segurança diante da violência e ameaças contra os cristãos egípcios. Há poucos dias (veja Fides 11/7/2016) Anba Makarius, bispo copta ortodoxo de Minya, fez um apelo às forças políticas e de segurança, após a série de episódios que nas últimas semanas, mais uma vez registraram uma onda de casos de violência sofrida particularmente pelos cristãos egípcios. Agora - tinha observado Anba Makarius - tais ataques violentos de várias naturezas, desde o ataque às casas até os seqüestros com objetivo de resgate, continuam numa média de um a cada dez dias. (GV) (Agência Fides 18/7/2016).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network