AMÉRICA/BRASIL - Conflitos e direitos das comunidades de pescadores tradicionais

Sexta, 15 Julho 2016 indígenas   direitos humanos   política  

Relatório foi apresentado em 13 de julho

Brasilia (Agência Fides) – O Conselho Pastoral dos Pescadores (CPP), pastoral social ligada à Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade, Justiça e Paz da CNBB, lançou na quarta-feira, dia 13, o relatório “Conflitos Socioambientais e Violações de Direitos Humanos em Comunidades Tradicionais Pesqueiras no Brasil”.
A apresentação, informa uma nota das POM do Brasil enviada a Fides, ocorreu na sede da CNBB, em Brasília, e reuniu representantes do CPP, membros de outras pastorais sociais e pescadores ameaçados por conflitos. O relatório também dá visibilidade às estratégias organizadas pelas comunidades para validar seus direitos. "Este relatório é importante porque dá visibilidade e denuncia os casos de violações aos direitos humanos sociais, ambientais e culturais, bem como as lutas em defesa dos territórios das comunidades pesqueiras", disse o assessor da Comissão Episcopal para o Serviço da Caridade, Justiça e Paz da CNBB, frei Olavio Dotto, na abertura do encontro.
A publicação traz uma coletânea de informações sobre a violência sofrida pelas comunidades de pescadores e pescadoras artesanais que vivem em águas continentais e ao longo do litoral brasileiro.
O relatório também reúne dados sobre os principais conflitos ambientais que envolvem as comunidades tradicionais pesqueiras em 14 estados brasileiros. (CE) (Agência Fides, 15/07/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network