ÁSIA/FILIPINAS - Bispos: “Somos gratos a Deus pela sentença sobre o mar chinês meridional”

Quinta, 14 Julho 2016 política   política internacional   paz   justiça  

Manila (Agência Fides) – “Recebemos a decisão da Corte positivamente e com gratidão a Deus. Pedimos a todos que sejam magnânimos e que a acolham com sobriedade e humildade”: com este espírito, o Bispo de Balanga, Ruperto Santos, Presidente da Comissão episcopal para os cuidados com os migrantes e itinerantes, comenta a sentença favorável às Filipinas na controvérsia existente com a China pela jurisdição do mar chinês meridional. O Bispo exortou especialmente os trabalhadores filipinos que trabalham na China a “evitarem se envolver em debates sobre a sentença, para sua segurança”, recomendando-lhes que “prossigam seu trabalho com responsabilidade, sempre respeitosos e tranquilos”. O Bispo também pediu que não formem grupos e nem comentem a decisão nas mídias sociais.
Nos meses passados, a Conferência episcopal convidou todos os fiéis filipinos a realizarem uma "oratio imperata" para encontrar uma solução pacífica na disputa territorial entre Manila e Pequim. Nos últimos dias, a Corte permanente de Haia deu razão às Filipinas na disputa com a China pelo controle das rochas e atóis estratégicos no Mar chinês meridional, afirmando que a China não possui algum direito sobre aquele trecho de mar e que violou os direitos soberanos das Filipinas. (PA) (Agência Fides 14/7/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network