AMÉRICA/CHILE - "Identificar as causas e os problemas relacionados com a violência rural", aberto o diálogo do Governo com os mapuches

Sexta, 8 Julho 2016 indígenas   bispos   desenvolvimento   política  
Dom  Hector Vargas

Dom Hector Vargas

Temuco (Agência Fides) - O Bispo de Temuco, Dom Hector Vargas, conversou com alguns jornalistas locais sobre seu papel nas negociações que começaram ontem, 7 de julho, entre o Governo e a comunidade Mapuche (veja Fides 04/07/2016).
Dom Vargas respondeu assim a algumas observações provenientes de diversos setores. A Federação de Estudantes Mapuche, por exemplo, rejeitou o fato de que a Igreja Católica apareça como organizadora destes acordos, que consideram uma "falta de respeito". Segundo informações enviadas a Fides, a este respeito, o bispo respondeu que se eles encontrarem alguém mais válido que ele, não terá problemas em renunciar, pois isso significaria "se livrar de um grande peso".
Quanto à metodologia das conversações, Dom Vargas informou que "haverá reuniões a cada 15 dias por seis meses, durante os quais se espera identificar as causas e os problemas relacionados com a violência rural e favorecer a criação de leis para resolver esta situação".
Os empresários da região, que participam também das conversações, convidaram os que criticaram a participação da Igreja Católica a refletir, e antes de criticar participar também eles do diálogo que está aberto todos. (CE) (Agência Fides, 08/07/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network