AMÉRICA/ESTADOS UNIDOS - Reforma da imigração: não se trata de uma questão política, mas de defesa dos direitos humanos

Sexta, 1 Julho 2016 refugiados   direitos humanos   áreas de crise  

Dom José Gómez

Los Angeles (Agência Fides) – "Precisamos imediatamente de uma reforma global da imigração. Não é uma questão política, mas uma questão de defesa dos direitos humanos e de proteção da dignidade humana": são as palavras de Dom José Gómez, Arcebispo de Los Ángeles, a maior circunscrição eclesiástica dos Estados Unidos e com maior número de imigrantes hispânicos e de várias partes do mundo.
O Arcebispo, segundo a nota enviada a Fides, pediu ao Presidente Barack Obama para interromper as expulsões de imigrantes irregulares, depois da decisão da Corte Suprema de 23 de junho de confirmar o impedimento do plano de imigração de Obama, que busca legalizar cerca de cinco milhões de imigrantes clandestinos presentes no país. A Corte Suprema se pronunciou depois que 26 Estados, guiados pelo Texas, reprovaram o plano de Obama, considerando que o Presidente foi além dos seus poderes, estabelecendo medidas que competem ao Congresso Nacional.
Na sua declaração de 26 de junho, o Arcebispo de Los Angeles afirma que a "constante falência da nossa nação em enfrentar a crise migratória é uma tragédia humanitária". Todavia, "chegou o momento de mostrar novamente a coragem da liderança moral e política". (CE) (Agência Fides, 01/07/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network