ÁSIA/PAQUISTÃO - Muçulmanos buscam vingança: estupro coletivo contra mulher cristã

Quinta, 30 Junho 2016 minorias religiosas   violência   mulher  

Voice

Lahore (Agência Fides) – Uma mulher cristã, Samrah Badal, foi vítima de um estupro coletivo por parte de quatro muçulmanos que queriam vingar a suposta "honra" espezinhada de uma família muçulmana: é o que refere a Fides a advogada cristã Aneeqa M. Anthony, coordenadora da Ong "The Voice Society", contando a violência ocorrida em 25 de junho passado em Lahore.
Segundo a descrição da advogada, tudo começou quando a jovem muçulmana Sehar Wasif fugiu com o jovem cristão Inayat Masih, por quem se apaixonou. A família de Inayat Masih teve que enfrentar todas as consequências desta ação. A família de Sehar mandou alguns homens (um dos quais é irmão de Sehar) à casa da irmã de Inayat Masih, Samrah Badal, pedindo notícias. Não obtendo satisfação, os homens começaram a agredi-la, tirando-lhe as roupas e arrastando-a pela rua e depois a violentaram sob os olhos dos seus cinco filhos, que assistiram à violência realizada contra a mãe.
A equipe da Ong foi até a delegacia e registrou queixa em nome da vítima. A advogada Aneeqa M. Anthony recorda que "a família de Sehar é uma família muçulmana muito influente" de Lahore e acredita que esta violência bestial permanecerá impune. Por isso chama em causa "os políticos cristãos, como o ministro Kamran Micheal, para que possa intervir e ter a coragem de ajudar os cristãos". (PA) (Agência Fides 30/6/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network