ÁSIA/PAQUISTÃO - Um plano nacional e um "número verde" para a tutela dos direitos humanos

Terça, 28 Junho 2016 direitos humanos   minorias religiosas   mulher   pobreza  
Do lado esquerdo o ministro Kamran Michael

Facebook

Do lado esquerdo o ministro Kamran Michael

Islamabad (Agência Fides) - A "número verde" gratuito para os cidadãos, que funciona 24 horas por dia, para denunciar as violações dos direitos humanos e fornecer a primeira assistência jurídica às vítimas: é a iniciativa lançada pelo Ministério Federal para os Direitos Humanos guiado, a cerca de um mês, pelo senador cristão paquistanês Kamran Michael. Conforme relatado à Fides, o ministro, que acaba de começar seu trabalho no âmbito federal, também prometeu criar comissões localis de direitos humanos a nível provincial e distrital, estabelecidas pelo governo, a fim de "criar uma rede que possa manter o controle efetivo das violações dos direitos humanos no Paquistão e fornecer uma resposta rápida das instituições".
O Ministro Michael tomou nota dos episódios crescentes de crimes de honra e de violência contra as mulheres, anunciando que o seu Ministério está realizando várias iniciativas administrativas e políticas para combater essa violência generalizada na sociedade. Estão sendo estudadas, segundo Fides, as "Diretrizes" nacionais a respeito de "violência de gênero". Estes projetos fazem parte de um plano global que pretende atuar no âmbito cultural e de mentalidade, informou o ministro: um programa vasto e diversificado que visa sensibilizar a opinião pública sobre as questões de direitos humanos, concentrando-se em temas como o direito à vida, dignidade da vida humana, tolerância e harmonia religiosa, com especial atenção aos direitos das mulheres, das minorias, crianças, idosos e pessoas com deficiência. O programa, anunciou Michael, inclui uma saída no orçamento do Estado de 250 milhões de rúpias para o ano 2016-2017. (PA ) (Agência Fides 28/6/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network