ÁFRICA/BENIN - Renúncia do Arcebispo de Cotonou e nomeação

Sábado, 25 Junho 2016

Cidade do Vaticano (Agência Fides) – O Santo Padre Francisco, em 25 de junho de 2016, acolheu a renúncia ao governo pastoral da Arquidiocese de Cotonou (Benin), apresentada por Dom Antoine Ganyé, em conformidade ao can. 401 § 1 do Código de Direito Canônico. O Santo Padre nomeou Arcebispo de Cotonou o Pe. Roger Houngbédji, O.P., Docente na Universidade Católica da África do Oeste (UCAO) e no Instituto dominicano Sto. Tomás de Aquino em Yamoussoukro (Costa do Marfim).
O Pe. Roger Houngbédji, O.P., originário de Porto-Novo, nasceu em 14 de maio de 1963. Entrou para a Ordem dos Padres Dominicanos em 1984. Emitiu a profissão perpétua em 1989 e foi enviado a Lyon para o primeiro ciclo de estudos teológicos. Prosseguiu o segundo ciclo no ICAO (Instituto Católico da África do Oeste), obtendo a Licenciatura. Depois se formou em Teologia bíblica na Universidade de Friburgo (2006). Foi ordenado sacerdote em 8 de agosto de 1992.
Depois da ordenação sacerdotal, desempenhou os seguintes cargos: Mestre dos Estudantes em Abidjã, Costa do Marfim (1993-1995 e 1996-1997); Mestre dos Estudantes em Iaundé, Camarões (1995-1996); Responsável pelos Estudos e Assistente do Prior regional (1997-1999); Assistente do Mestre Geral para África (1999-2007); Prior Regional do Vicariato Regional da África do Oeste (2007-2009); Vice-Provincial da nova Vice-Província da África do Oeste por dois mandatos (2009-2015). É docente na Universidade Católica da África do Oeste (UCAO) em Abidjã, e no Instituto dominicano S. Tomás de Aquino em Yamoussoukro (Costa do Marfim). Além disso, foi reeleito para um segundo mandato para o cargo de Presidente da Conferência dos Superiores Maiores da Costa do Marfim. (SL) (Agência Fides 25/6/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network