ÁFRICA/QUÊNIA - Pelo menos três mortos em confrontos por furtos de gado no noroeste

Quinta, 23 Junho 2016 grupos armados  

Nairóbi (Agência Fides)-Permanece alta a tensão ao longo da fronteira entre a conteia de Kisumu e a de Nandi, no noroeste do Quênia, onde nos últimos dias pelo menos três pessoas morreram em confrontos entre as comunidades Luo e Nandi.
Várias pessoas de ambos os lados da fronteira, em especial mulheres, idosos e crianças, abandonaram suas casas com medo de ulteriores ataques.
Cerca de 425 pessoas se refugiaram na Africa Inland Church de Achego e são assistidas pela Cruz Vermelha queniana.
Os confrontos são causados por furtos de gado, mas a possibilidade de que episódios deste gênero possam ser alimentados e explorados para fins eleitorais foi denunciada pelos Bispos católicos e por outros líderes religiosos do Quênia, que advertiram para os discursos que incitam ao ódio pregados por alguns políticos em vista das eleições de 2017 (veja Fides 30/5/2016 e 15/6/2016) . Em particular, em março, o Inter-Religious Council of Kenya lançou um alerta sobre a formação de milícias em alguns partidos políticos “que semeiam a violência” em vista das eleições (veja Fides 1/4/2016), enquanto em abril os Bispos denunciaram o tribalismo e a radicalização dos jovens “em grupos perigosos, que criam insegurança” (veja Fides 12/4/2016). (L.M.) (Agência Fides 23/6/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network