AMÉRICA/COLÔMBIA - Dom Castro: “precisamos de um sinal claro de que a assinatura do acordo seja efetiva”

Quinta, 23 Junho 2016 grupos armados   violência   áreas de crise  

Dom Luis Augusto Castro Quiroga

Bogotá (Agência Fides) – "Precisamos de um sinal claro de que a assinatura do acordo seja efetiva e não apenas um gesto simbólico”, disse Dom Luis Augusto Castro Quiroga, Arcebispo de Tunja e Presidente da Conferência Episcopal da Colômbia, depois que foi anunciada para hoje a assinatura do último quesito dos “Diálogos de Paz” em Cuba pelo governo Colombiano e o grupo guerrilheiro das FARC (Forças Armadas Revolucionárias Colombianas).

“Os guerrilheiros devem entregar e destruir publicamente as armas”, acrescentou o Arcebispo.

Dom Castro Quiroga recordou ainda algumas notícias não verificadas que se difundiram no país sobre a possibilidade que os guerrilheiros possam reocupar a cidade. O Arcebispo se fez interprete da exigência de garantias do povo colombiano. “A população quer ver imediatamente os efeitos do acordo”, sublinhou Dom Castro Quiroga.

“As delegações do Governo Nacional e das FARC informam a opinião pública que alcançaram um acordo para o cessar-fogo e o fim definitivo das hostilidades”, afirma o comunicado conjunto dos negociadores colombianos divulgado ontem à noite em Havana.

Este é um momento histórico para a Colômbia, pois a assinatura do acordo significa a conclusão de um conflito armado que dura há 50 anos.

(CE) (Agência Fides, 23/06/2016)



Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network