AMÉRICA/PARAGUAI - Forte condenação da violência assassina, enquanto aumenta o compromisso dos jovens

Sexta, 17 Junho 2016 violência   narcotráfico   grupos armados  
Dom Edmundo Ponziano Valenzuela Mellid

Dom Edmundo Ponziano Valenzuela Mellid

Assunção (Agência Fides) - O Arcebispo de Assunção, Dom Edmundo Ponziano Valenzuela Mellid, S.D.B., numa breve entrevista a uma rádio local, falou sobre o homicídio do empresário e suposto traficante de droga Jorge Rafaat, ocorrido na noite de 15 de junho, em Pedro Juan Caballero, e condenou o delito.
“A violência gera outra violência”, disse o Arcebispo, e não resolve nada. Rechaçamos categoricamente tudo aquilo que aconteceu. O país se constrói com a misericórdia, com o amor, com o trabalho e com o diálogo. A violência não irá fazer o país crescer, mas o afundará”.
Segundo informações obtidas por Fides, o que consternou o país, foi a particular violência do crime: Rafaat foi baleado com 16 tiros, segundo a Polícia, e os criminosos armados eram numerosos.
O arcebispo disse que esses fatos não estão certamente em sintonia com a experiência da “nova sociedade” do Paraguai que está se construindo: Há quase um ano da visita do Santo Padre ao país, ele notou uma mudança positiva na juventude. “As nossas paróquias veem um crescimento no número de jovens que querem se tornar protagonistas, se comprometer, movidos pelo Espírito de Deus, da justiça e verdade para construir o Paraguai”, concluiu Dom Valenzuela Mellid. (CE) (Agência Fides, 17/06/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network