ÁFRICA/NÍGER - Situação crítica para os 50.000 habitantes de Bosso fugidos de Boko Haram

Quinta, 9 Junho 2016 grupos armados   deslocados  

Niamey (Agência Fides) – Chegaram à cidade de Bosso, no Níger, os primeiros soldados chadianos de um contingente de mais de 2.000 militares enviados ao Níger para combater a ofensiva da seita islamista Boko Haram proveniente da vizinha Nigéria.
Em Bosso, nas margens do lago Chade, os confrontos entre as tropas do Níger e os islamistas nigerianos duram há dias. Bosso foi conquistada por Boko Haram em 3 de junho. Em 4 de junho, o exército de Niamey retomou o controle, mas no dia sucessivo Bosso estava novamente nas mãos de Boko Haram.
Nos combates, 30 soldados regulares nigerianos e nigerinos foram assassinados, enquanto 50.000 habitantes da cidade foram obrigados a fugir. Suas condições são desesperadoras: sem assistência num clima árido e muito quente, entre eles há inúmeras crianças, mulheres e idosos. (L.M.) (Agência Fides 9/6/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network