ÁSIA - Frades menores, presença evangelizadora na Ásia

Quarta, 8 Junho 2016 ordens religiosas   evangelização   islã  

OFM

Roma (Agência Fides) - Os frades menores presentes nos países da Ásia e Oceania são 1.460 e desempenham um trabalho precioso de testemunho de vida evangélica e serviço aos pobres, “um sinal para despertar a esperança”, disse o Ministro Geral da OFM, Frei Michael Perry.
Segundo informações enviadas à Fides pela Cúria Generalícia da OFM, atualmente os Frades Menores no mundo são 13.507 e estão presentes em 119 países, assim distribuídos: na África e Oriente Médio 1.221; na América Latina 3.279; na América do Norte 1.241; 1.467 na Ásia e Oceania; na Europa Ocidental 3.862, e no Leste Europeu 2.437. A fraternidade universal é estruturada em 98 províncias e Custódias autônomas; 8 entidades dependentes do Ministro Geral; 19 Custódias dependentes das Províncias; 14 Conferências dos ministros provinciais e três Uniões de Conferências (Ásia/Oceania; América Latina; Europa).
A presença franciscana na Ásia aprofunda suas raízes nas missões realizadas 800 anos atrás. Desde meados do século XIII as explorações missionárias no Leste da Ásia tiveram os franciscanos como protagonistas. Giovanni di Pian del Carpine, enviado do Papa Inocêncio IV, chegou à capital da Mongólia, Karakorum, em 1245. Outro franciscano Guglielmo di Rubruck partiu, em 1252, e visitou o reino mongol no sul da Rússia e foi ainda mais ao Oriente até à corte do Grã Khan. Em 1286 foi a vez de outro frade menor, Giovanni da Montecorvino, que em Pequim fundou em 1307, com o apoio do Papa Clemente V, a primeira diocese, dois séculos antes da chegada dos primeiros missionários jesuítas. No Oriente Próximo, as missões franciscanas em terra islâmica foi caracterizada por iniciativas fundamentais como a fundação da Custódia Franciscana da Terra Santa, em meados do ano 1300. (PA) (Agência Fides 8/6/2015)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network