ÁSIA/PAQUISTÃO - Estudantes universitários cristãos e muçulmanos lutam pelas crianças das comunidades marginalizadas

Sábado, 4 Junho 2016 infância   intolerância   paz   justiça   minorias religiosas   sociedade civil   direitos humanos   jovens  

CICF

Lahore (Agência Fides) - Promover a tolerância e a benevolência, fechar a lacuna que distancia os jovens mais pobres dos mais ricos; abater as barreiras de religião e casta entre as diferentes comunidades na sociedade; promover a mudança social: estes são os objetivos de um projeto que tem visto a participação dos estudantes universitários da Faculdade de Ciências Gerenciais da Universidade de Lahore, em colaboração com a “Cecil Chaudhry & Iris Foundation”. Conforme relatado a Fides, a iniciativa, denominada “Projeto Youhanabad”, em homenagem ao bairro de Lahore, onde é realizada, envolveu os estudantes universitários muçulmanos e cristãos e as crianças cristãs de Youhanabad, área povoada quase exclusivamente por famílias cristãs.
Como disse a Fides a católica Michelle Chaudhry, responsável pela “Cecil Chaudhry & Iris Foundation”, “o projeto concentra-se numa ampla gama de disciplinas como a história, teatro, narração, arte e responsabilidade cívica. Os jovens voluntários criaram um vínculo especial com crianças das comunidades marginalizadas para ajudá-las a se sentir parte integrante da mais ampla comunidade social do Paquistão”. “É uma iniciativa maravilhosa para alcançar as crianças das comunidades marginalizadas; essas crianças enfrentam muitos desafios por causa de sua fé e da intolerância religiosa na sociedade.
O Projeto ajuda-lhes a enfrentar o impacto emotivo e psicológico”, prosseguiu Michelle Chaudhry.
Os jovens voluntários trabalharam diligentemente para difundir sensações de confiança, amor e esperança entre as crianças desfavorecidas e marginalizadas: “Este é um compromisso concreto para a construção de um Paquistão supere a discriminação social e religiosa, o extremismo religioso e o abuso dos direitos que violam a dignidade humana”, concluiu Chaudhry.
A Fundação continua a se empenhar para erradicar a injustiça na sociedade, promovendo o desenvolvimento e a emancipação dos grupos desfavorecidos e marginalizados, sobretudo membros de minorias religiosas. (PA) (Agência Fides 4/6/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network
infância


intolerância


paz


justiça


minorias religiosas


sociedade civil


direitos humanos


jovens