AMÉRICA/COLÔMBIA - Congresso Missionario: “é a hora da missão Ad gentes dos leigos”

Sexta, 3 Junho 2016 animação missionária   igrejas locais   pontifícias obras missionárias  

Bucaramanga (Agência Fides) - A maior parte dos participantes do Congresso Missionário Nacional "está consciente de que a Igreja é missionária, Cristo a fundou para evangelizar, e concordam que esta tarefa pertence a todos, leigos, consagrados, seminaristas, sacerdotes, bispos, comunidades religiosas, comunidades eclesiais e Igrejas locais; todos nós precisamos de uma maior consciência missionária universal e dar uma resposta mais generosa à missão Ad gentes, ad intra e ad extra." Assim, começam as conclusões do XII Congresso Missionário Nacional da Colômbia, realizado em Bucaramanga de 26 a 29 de maio (veja Fides 16/5/2016 e seguintes), enviadas à Agência Fides.
Os participantes salientam a necessidade de "promover constantemente a espiritualidade missionária, a animação e formação missionária nos seminários, nas casas de formação, nos agentes pastorais e em todos os leigos", porque "nos planos pastorais das Igrejas locais não aparece com clareza a orientação para a missão ad gentes".
É também urgente: coordenar todas as forças missionárias para evitar a dispersão e garantir uma ação missionária mais eficaz na pastoral; fortalecer as pastorais indígena e afrodescendente; divulgar a riqueza espiritual de Santa Laura Montoya, e sobretudo, "nos imbuir de sua espiritualidade mística, de sua pedagogia e sua inspiração missionária".
A última das conclusões reitera: "É a hora da missão Ad gentes dos leigos, é necessário um maior número de escolas de formação missionária para os leigos".
São propostos uma série de compromissos relativos à atividade do COREMI (Comité Regional Misionero) das diferentes regiões geográficas da Colômbia e alguns institutos missionários que através de iniciativas locais pretendem implementar as conclusões do Congresso: Congressos missionários regionais ou pós-congressos, reuniões de coordenação, formação e animação missionária, fortalecendo as Pontifícias Obras Missionárias. (SL)(Agência Fides 03/06/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network