AMÉRICA/VENEZUELA - Crianças abandonam as aulas para procurar comida nos lixos

Terça, 24 Maio 2016 fome  

@ovir

Caracas (Agência Fides) – Continua a emergência econômica, alimentar e política dentro do país latino-americano. Nos últimos meses, para poder sobreviver e encontrar algo para comer, uma criança venezuelana em cada quatro foi obrigada a abandonar as aulas e vasculhar no lixo. Precariedade, hiperinflação, fome.. é esta a dramática realidade econômica e social que as faixas mais vulneráveis da população estão vivendo na Venezuela. O agravamento da crise que está castigando o país neste último ano está se repercutindo na alimentação. No último semestre de 2015 e em 2016, a desnutrição infantil alcançou 30% da população, segundo uma amostra de 4 mil crianças examinadas em diversas escolas do país pela Fundação Bengoa, engajada há mais de 50 anos em questões nutricionais. Atualmente, 25% das crianças abandonaram as escolas por não terem o que comer. O médico pediatra, vice-presidente da Fundação, afirma que a maior parte das famílias não tem dinheiro para comprar alimentos proteicos, frutas e verduras, e são obrigadas a limitar a sua nutrição a massas. (AP) (24/5/2016 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network