ÁSIA/TERRA SANTA - Anunciado o desmantelamento de explosivos na área ao redor do local do Batismo de Jesus

Quarta, 18 Maio 2016 peregrinações  

Commons Wikimedia.org

Bat

Jerusalém (Agências Fides) – A área de Qasr al-Yahud, que se estende ao redor da margem ocidental do rio Jordão, na altura do local que a tradição identifica como lugar do batismo de Jesus, será rastreada de todas as minas e outros explosivos que ainda estão espalhados, há cinquenta anos da Guerra dos Seis Dias (5-10 de junho de 1967). Segundo publicado pela imprensa israelense, a área tem cerca de 100 hectares e está interditada desde 1967. O projeto de rastreamento será realizado sob a supervisão do ministério israelense da defesa e terá a colaboração da sociedade britânica Halo Trust, especializada na remoção de minas e explosivos ainda intactos. A obra de desmantelamento deve se concretizar até o final de 2016.
Qasr el-Yahud, a poucos km da cidade de Jericó, se encontra nos Territórios Palestinos ocupados por Israel em 1967, bem na fronteira com a Jordânia. A área compreende antigas igrejas e mosteiros até agora considerados inseguros, devido à presença dos explosivos. Em 2011 Israel interditou a única estrada direta ao local de cerimônias cristãs nas margens do Jordão. O acesso ao local é consentido aos peregrinos somente sob a supervisão do exército israelense que controla a área. (GV) (Agências Fides 18/5/2016).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network