ÁFRICA/SUDÃO DO SUL - “O ódio tribal não tem algum fundamento, porque todos provimos de Deus” diz o Arcebispo de Juba

Quarta, 18 Maio 2016 tribalismo  

Juba (Agências Fides) - “Devemos pensar e falar juntos de unidade; acredito que o que não deu certo entre nós seja consequência da desunião entre as 64, 65 tribos que não conseguiram se unir e se entender reciprocamente” afirmou Dom Paulino Lokudu Loro, Arcebispo de Juba, capital do Sudão do Sul, em sua homilia de domingo, 15 de maio.
O Sudão do Sul acaba de emergir de uma sanguinosa guerra civil desencadeada por confrontos no vértice do partido no poder, o Sudan People’s Liberation Army/Moviment (SPLA/M), mas existem no país tensões e conflitos locais consequentes de sua estrutura tribal.
Segundo Dom Loro, o fator tribal, ao invés de representar um elemento de divisão deveria ser reconhecido como uma riqueza para o país se houvesse formas de entendimento e unidade entre as diferentes tribos.
“Todas as 64 tribos do Sudão do Sul foram criadas por Deus”, afirmou o Arcebispo, exortando todos a encontrar nesta origem comum o fator de unidade.
“Ninguém criou as tribos; elas provêm de Deus, as pessoas que lhe pertencem vêm todas de Deus. Portanto, não há nenhum fundamento o ódio recíproco por causa de tribos” concluiu o Arcebispo. (L.M.) (Agências Fides 18/5/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network