ÁFRICA/QUÊNIA - Bispos aos jornalistas católicos: “divulgar as boas notícias da África”

Sexta, 13 Maio 2016 mídia  

Nairóbi (Agência Fides) - “A África é muitas vezes descrita como um continente de trevas, morte e fracassos sociais devidos ao etnocentrismo, aos conflitos violentos e epidemias como a Aids e o Ebola”, lamentou pe. Chrisantus Ndaga, responsável das comunicações da AMECEA (Association of Member Episcopal Conferences in Eastern Africa) em um simpósio dos jornalistas católicos que se realiza em Nairóbi (Quênia).
Pe. Ndaga se pronunciou em nome de Dom Charles Palmer-Buckle, Arcebispo de Accra (Gana) e Presidente da Catholic News Agency for Africa (CANAA), a agência católica de notícias pan-africana promovida pelo SECAM/SCEAM (Simpósio das Conferências Episcopais da África e Madagascar).
Dirigindo-se aos jornalistas católicos provenientes de 10 países africanos (Quênia, Uganda, Tanzânia, Zâmbia, Zimbábue, Seychelles, Malavi, Nigéria, Gana e Sudão do Sul), pe. Ndaga destacou a necessidade de divulgar também as notícias positivas do que acontece na África e de modo especial, sobre as iniciativas promovidas pela Igreja católica.
“Muitas atividades positivas da Igreja na África não são publicadas pela mídia”, disse. “Com o passar dos anos, emergiu o desejo de compartilhar notícias e informações entre as Igrejas da África. Existe também o desejo de que a voz da Igreja africana seja ouvida dentro do continente e fora de seus confins”.
Concorda com ele o padre Don Bosco Onyalla, Diretor da CANAA, segundo o qual, “muitos contextos africanos são usados como exemplos negativos, com expressões como ‘país ferido pela pobreza’, ‘governo definido pela corrupção’, ‘sistema político radicado em filiações étnicas’, ‘sociedades divididas pela religião’, ‘comunidade oprimida pela doença’, ou ainda, recentemente, ‘foco de terrorismo’. Esta narrativa é quase sempre relatada por não-africanos”.
(L.M.) (Agência Fides 13/5/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network