ÁFRICA/NIGÉRIA - O Presidente Buhari lança um apelo à unidade do país, 30 anos após a guerra de Biafra

Terça, 10 Maio 2016 grupos armados  

Abuja (Agência Fides) - O Presidente Muhammadu Buhari lançou um apelo à unidade e à concórdia nacional, recordando a sanguinosa guerra de separação da região meridional de Biafra, eclodida 50 anos atrás, que provocou dois milhões de vítimas.
Diante das novas tensões no sul do país, com ataques a várias companhias petrolíferas, o Presidente, ex-militar que combateu naquela guerra, disse que a maior parte dos nigerianos de hoje nasceram depois do conflito e não têm lembrança dos horrores da guerra. Os problemas que a Nigéria deve enfrentar, desde a desertificação e o consequente deslocamento dos pastores ao sul, à presença de Boko Haram, à redução das entradas estatais devido à queda do preço do petróleo e a forte corrupção na política, não podem ser utilizados para fomentar regiões do país à separação, sublinhou o Presidente durante sua visita ao seu estado natal, Katsina.
Exatamente nestes dias (veja Fides 9/5/2016) o Card. John Onaiyekan, Arcebispo de Abuja, denunciou o “vento terrível que sopra em nosso país” e “as chamas da discórdia e do ódio”, ao ponto “que está se tornando muito difícil pregar a unidade e o natural amor recíproco, enquanto alguns já preveem um confronto entre cristãos e muçulmanos”. (L.M.) (Agência Fides 10/5/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network