ÁSIA/PAQUISTÃO - Explosão de vocações ao sacerdócio: um Igreja viva e fervorosa na fé

Quarta, 4 Maio 2016 igrejas locais   vocações  

Pe. Jahanzeb Iqbal da Paróquia de Santo Antônio abençoa os fiéis

Lahore (Agência Fides) - A Igreja paquistanesa vive a fé nas dificuldades cotidianas, num país 95% muçulmano. É também uma Igreja “fervorosa nas vocações sacerdotais e na vida consagrada, sinal da bênção de Deus que está sempre perto de seu povo”: foi o que disse à Agência Fides Pe. Inayat Bernard, Reitor do Seminário menor de "Santa Maria" em Lahore.
Pe. Bernard, que administra uma estrutura com 26 seminaristas jovens, recorda as cifras que marcam a Igreja paquistanesa florescente de vocações: 23 ordenações sacerdotais, entre sacerdotes diocesanos e religiosos, desde o início de 2015 até hoje, e 15 novos diáconos que se preparam para ser ordenados em 2016. No entanto, no Instituto Nacional de Teologia de Karachi estudam 79 seminaristas maiores, e no Seminário maior dedicado a São Francisco Xavier, em Lahore, eles são 96: “São números que preanunciam um futuro próspero para a Igreja Católica no Paquistão”, comenta Pe. Inayat, "sem nos esquecer as numerosas vocações nas ordens religiosas femininas: um sinal de esperança que infunde confiança e coragem também nas dificuldades”. É verdade que a comunidade cristã na complexa situação sociopolítica do Paquistão, às vezes sofre discriminações evidentes ou espisódios de violência, como o atentado ocorrido na Páscoa, em Lahore, “enquanto o terrorismo afeta de forma indiscriminada objetivos religiosos, civis e militares”, observa. Mas estas dificuldades “não afetam a nossa liberdade e a fé da população, aliás, as reforçam e hoje estamos colhendo os frutos”, frisou. É verdade que o martírio, que às vezes experimentamos, é semente de novos cristãos e permanece um dom de Deus que somente com a fé é possível compreender e viver”, concluiu. (PA) (Agência Fides 4/5/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network