AMÉRICA/NICARÁGUA - “A Nicarágua não está em guerra! Comprar carros armados não condiz com a nossa realidade”, afirma Dom Alvarez Lagos

Segunda, 2 Maio 2016 bispos   política   pobreza  

internet

Carros armados na Nicarágua

Matagalpa (Agência Fides) – "A Nicarágua não está em guerra, a Nicarágua não quer a guerra, a Nicarágua não necessita de guerra nem de armas pesadas de combate", disse o Bispo de Matagalpa, Dom Rolando José Álvarez Lagos, criticando a compra anunciada de carros armados por parte do governo de Daniel Ortega, iniciativa que descreveu "contrária à realidade nacional". Dom Alvarez falou sobre este tema depois da Missa em homenagem a São José Operário, patrono da paróquia que leva o nome do santo no município de El Tuma-La Dalia, em Matagalpa, celebrada em 1º de maio.
"Reconhecemos a participação do exército da Nicarágua no trabalho humanitário, como o fato de proteger a produção agrícola, a criação de gado e até mesmo levar assistência médica à população; mas a militarização de algumas comunidades rurais provocou medo e pânico entre a mesma população, eis o motivo pelo qual a compra anunciada de carros armados é totalmente contrária à realidade nacional", disse o Bispo na nota enviada a Fides por uma fonte local. Segundo Dom Alvarez, a despesa para a compra de carros armados "poderia servir para construir hospitais, escolas, estradas, encorajar investimentos e o emprego. Esta compra, consequentemente, é obsoleta e fora do contexto da realidade nicaraguense", concluiu.
Segundo dados da imprensa local, a Nicarágua quer comprar 50 carros armados T-72 e 62 carros armados T-55, fazendo com que o exército nicaraguense se torne a maior potência militar de terra da América Central.
(CE) (Agência Fides, 02/05/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network