ÁFRICA/BURUNDI - “Kira Mama Plus!” um projeto para reduzir a mortalidade dos recém-nascidos

Quinta, 28 Abril 2016 mulher  

CCM

Cibitoke (Agência Fides) - Nests últimos anos, em Burundi, foram feitos passos positivos na redução da mortalidade materna e infantil. O mesmo pode ser dito para a mortalidade dos recém-nascidos: segundo o UNICEF ainda 36 crianças a cada 1.000 morrem nos primeiros 28 dias de vida, sobretudo nas primeiras horas depois do nascimento, porque são prematuros, estão abaixo do peso ou por causa de complicações durante o parto ou infecções.
Para enfrentar este fenômeno, o Comitê de Colaboração Médica (CCM) promoveu no distrito de Cibitoke, no norte de Burundi, o projeto Kira Mama Plus!, que tem a finalidade de reduzir a mortalidade neonatal através da formação dos enfermeiros e das obstétricas de todas as clínicas do distrito.
Para garantir que todo recém-nascido seja acompanhado durante o primeiro mês de vida depois do nascimento, a formação diz respeito também aos agentes de saúde de comunidades e das parteiras tradicionais que, por meio de visitas em domicílio, garantem cuidados e assistência fora dos centros de saúde. No Hospital de Cibitoke, desde que os cuidados para mães e crianças são gratuitos, a porcentagem de mulheres que dá à luz numa estrutura de saúde aumentou a ponto que o acolhimento e a oferta de tratamentos de qualidade são um dos problemas principais. Kira Mama é o nome de uma música burundinesa que dá as boas-vindas à mãe e ao filho. (AP) (28/4/2016 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network