ÁSIA/TURQUIA - O Estado turco abre processo para recuperar as terras restituídas ao Patriarcado ecumênico nos últimos anos

Quinta, 21 Abril 2016 discriminação  

Focolare.org

Ankara (Agência Fides) – A Turquia abriu um processo contra o Patriarcado ecumênico de Constantinopla para anular os atos jurídicos com que alguns terrenos voltaram à disposição da Sede patriarcal ortodoxos, no respeito das leis que dispõem a restituição às comunidades religiosas minoritárias dos bens que lhe haviam sido sequestrados pelas autoridades turcas. É o que informam fontes locais, consultados pela Agência Fides. Em especial, o processo iniciado nos últimos dias pelas instituições de Ankara deve desapropriar o Patriarcado ecumênico de um terreno de 98 acres (equivalentes a cerca de 40 hectares) na região de Goksu, e de uma área em Umit Tepesi, adjacente ao Instituto de teologia ortodoxa de Halki. A Administração estatal das Florestas abriu o processo para pedir que aqueles bens imobiliários retornem à disposição do Tesouro. A iniciativa processual se configura como o enésimo caso de abuso jurídico e administrativo atuado pelas instituições turcas contra o Patriarcado ecumênico de Constantinopla. (GV) (Agência Fides 21/4/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network