AMÉRICA/CHILE - Os religiosos ante o desafio de Araucania, o tráfico de pessoas e o narcotráfico

Terça, 19 Abril 2016 ordens religiosas   vocações   áreas de crise  

Conferência de Religiososos e Religiosas do Chile

Padre Hurtado (Agência Fides) – “Em um sistema que proclama que a salvação está no poder, na riqueza, no monopólio do saber, há situações que gritam. A realidade nos desafia e é fundamental para nós. O tráfico de seres humanos, o conflito em Araucanía, as relações desumanas, a situação dos imigrantes, os jovens em situações vulneráveis, o tráfico de drogas e a violência deveriam marcar a nossa resposta, mas às vezes sentimos uma certa impotência”, lê-se na mensagem final da XLVIII Assembleia Nacional da CONFERRE (Conferência dos Religiosos/as do Chile), publicada ontem.
O encontro, realizado na semana passada para verificar e atualizar o Plano Global do triênio 2015-2018, teve a presença dos superiores maiores das principais congregações religiosas do país.
“Aceitamos o desafio proposto nesta Assembleia Nacional de promover a cultura do encontro, a partir da Palavra do Evangelho, que é experiência e evento em chave de Misericórdia – conclui o texto recebido pela Fides. Estamos prontos para viver a inter-congregacionalidade em comunhão missionária, onde a vida grita diante da situação da Araucanía, do tráfico de seres humanos, dos migrantes. Nós, como Maria no Magnificat, queremos refletir sobre nossa convicção de que a salvação provém de Deus e já está em andamento; sua ação está escondida nos pobres, mas é eficaz e suscita alegria”.
(CE) (Agência Fides, 19/04/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network