AMÉRICA/PARAGUAI - Os Bispos convidam o Estado a ouvir os pedidos dos camponeses

Sexta, 15 Abril 2016 cooperação   indígenas   pobreza   bispos  

www.paraguay.com

Cooperativas Agrícolas no Paraguai

Assunção (Agência Fides) - A Conferência Episcopal do Paraguai (CEP) solicitou a presença do Estado ao lado dos agricultores, a promoção de programas para evitar a erradicação das famílias e destacou a força das cooperativas que se mobilizaram durante duas semanas, pedindo ao governo um diálogo.
Através de um comunicado divulgado ontem, enviado a Fides, os Bispos do Paraguai expressam preocupação porque não houve uma resposta dos pedidos e nem mesmo o sinal de algum tipo de reforma institucional que pressuponha o desenvolvimento deste setor. “Uma atitude que gera ainda maior sofrimento entre os mais vulneráveis e desfavorecidos”, afirma o texto. “Nas atuais circunstâncias, parece necessário estabelecer um diálogo para ouvir os agricultores e propor soluções que atendam aos padrões comunitários das propriedades de terra e assistência técnica e crédito”, diz o texto.
O documento se conclui pedindo às autoridades nacionais que ouçam as reivindicações dos camponeses, "valorizando a cultura do encontro" e promovendo o diálogo. A CEP convida, por fim, a promover a agricultura familiar para favorecer o desenvolvimento.
Todo o Paraguai está preocupado depois da notícia de que, a partir do 1° de abril, as cooperativas do país devem pagar 10% de imposto (IVA). Houve manifestações de massa diante do Congresso, que provocam uma revisão da normativa. Todavia, ontem à tarde, em sessão especial, a lei foi ratificada (46 votos contra 24). Portanto, todas as cooperativas deverão pagar o "Impuesto al Valor Agregado (IVA)".
(CE) (Agência Fides, 15/04/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network