ÁSIA/IRAQUE - Cristãos da Planície de Nínive manifestam em Erbil: trapaceiros curdos expropriaram as nossas terras

Quinta, 14 Abril 2016 direitos humanos  

ankawa.com

Irbil (Agência Fides) - Centenas de cristãos sírios, caldeus e assírios provenientes da região de Nahla, na província iraquiana de Dohuk, organizaram, na quarta-feira 13 abril, uma manifestação em frente ao Parlamento da Região Autônoma do Curdistão iraquiano para protestar contra a expropriação ilegal que sofreram de seus imóveis nos últimos anos da parte de curdos influentes, muitas vezes denunciada – mas até agora sem êxito – a um tribunal competente. A manifestação, documentada pela imprensa local, foi realizada não obstante a polícia tenha impedido a entrada em Irbil de boa parte dos manifestantes proveninentes de Dohuk, na Planície de Nínive. Os manifestantes - como documentado pelas fotos publicadas no site ankawa.com - exibiam cartazes e faixas inclusive um em inglês com a escrita “Os Estados Unidos e os países ocidentais são responsáveis pelo que está acontecendo e pelo que é perpetrado contra o nosso povo no Iraque”. Conforme relatado pelos manifestantes, os casos mais graves de expropriação dizem respeito aos terrenos tirados ilegalmente a 117 famílias cristãs por trapaceiros e mafiosos locais curdos, que transformaram esses terrenos em áreas residenciais para eles. Uma delegação de manifestantes – referem fontes locais consultadas pela Agência Fides - foi recebida pelo Vice-Presidente do Parlamento, Jaafar Ermiki, que obteve de seus interlocutores um dossier detalhado das expropriações ilegais sofridas pelos cristãos nos povoados de Nahla. O documento será avaliado pela Assembleia Parlamentar. (GV) (Agência Fides 14/4/2016).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network