ÁFRICA/ETIÓPIA - “Escutar com a palavra, comunicá-la a quem ainda não a conhece”: a experiência de crianças missionárias

Sábado, 9 Abril 2016

GG

Adaba (Agência Fides) – “Gostaria de lhes contar uma iniciativa que estou realizando com meus jovens católicos de Adaba” escreveu à Fides pe. Giuseppe Ghirelli, missionário diocesano fidei donum. “Todas as quintas-feiras, à tarde, vou a Herero, a 5 km de Adaba, onde possuímos uma escola materna e de ensino fundamental, e uma pequena igreja. Não existem católicos, a maioria são muçulmanos e poucos cristãos ortodoxos. Levo comigo os seis jovens da casa família de Dodola, para celebrar a Santa Missa. Enquanto estava me preparando para a Missa, vi chegar algumas crianças, as convidei para entrar e vieram à igreja. Com a ajuda do catequista, apresentei-me e comecei a conhecê-las. Antes de começar a Missa dei uma breve explicação sobre o sinal da cruz e percebi que algumas delas o faziam pela primeira vez. Terminada a Missa, os jovens de Dodola, com os quais lemos e colorimos algumas páginas do Evangelho durante a semana, se transformaram em pequenos missionários, formando grupos e contando aos menores a história de Jesus. Alguns deles ouviram falar pela primeira vez de Jesus. Depois brincaram, fizeram amizade, se divertiram com a alegria de poder se encontrar de novo. Outras pessoas, de passagem, ficaram curiosas, observavam, olhavam... quem sabe um dia alguma destas crianças entrará em uma igreja!” comenta pe. Giuseppe. Nesta atividade missionária está envolvido também o escritório da Infância Missionária Missio. “Quando fui visitá-las, me deram lápis missionários, uma mochila missionária e cadernos para as crianças. Quando perguntei qual era o significado da mochila e do material missionário que lhe demos, uma das jovens respondeu: nós vamos à igreja, ouvimos o que o pároco diz sobre o Evangelho e o comunicamos àqueles que ainda não o conhecem. Uma perfeita síntese da missio ad gentes: escutar a palavra – comunicá-la a quem ainda não a conhece”, concluiu o missionário.
(AP/GG) (9/4/2016 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network