ÁSIA/PAQUISTÃO - Enchentes no norte: populações isoladas

Sexta, 8 Abril 2016 caritas   catástrofes naturais  

Caritas Pakistan

Rawalpindi (Agência Fides) – “As enchentes atingiram principalmente o extremo norte do país, o território de Gilgit-Baltistan, área muito inacessível devido também à conformação do território. Somente o exército pode chegar àquelas áreas, quase sempre com helicópteros, e está levando ajudas às populações atingidas. Segundo sabemos, os cristãos naquela área são algumas dezenas”: é o que relata à Fides Victor Shad, leigo católico e diretor da Caritas de Islamabad-Rawalpindi. A Caritas informa que por enquanto não planejou operações, pois somente numa fase sucessiva a entrada no território para obras de socorro e outras ajudas poderá avaliada.
Segundo dados oficiais difundidos pelo governo, as inundações ocorridas nos primeiros dias de abril deixaram 66 mortos, 61 feridos e 900 habitações destruídas total ou parcialmente.
As chuvas caíram abundante e incessantemente no norte do país, provocando o transbordamento de muitos rios e riachos. A fúria das águas engoliu aldeias e campos, destruindo moradias e cultivações e colocando a população em risco de sobrevivência e de epidemias. Como comunica a defesa civil do governo paquistanês, os socorros ainda estão em andamento e são dificultados pelas condições ruins do território e pelo desabamento de várias pontes e estradas.
O país é alvo de eventos deste tipo especialmente nos meses do outono e da primavera, com a chegada nos monções. A eles, soma-se uma delicada conformação dos rios no território, que tende a exaltar os fenômenos violentos e torna o país suscetível a danos ingentes. (PA) (Agência Fides 8/4/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network