ÁSIA/ÍNDIA - Cristão atacado porque anunciava o Evangelho na rua

Quinta, 7 Abril 2016 minorias religiosas   liberdade religiosa   perseguições  
Do lado esquerdo Sajan George

Do lado esquerdo Sajan George

Patna (Agência Fides) - Perseguido e despido na rua: foi o que aconteceu ao cidadão indiano cristão pentecostal agredido no Estado de Bihar porque pregava publicamente a fé cristã. Como referido a Fides pelo Conselho global dos cristãos indianos (Gcic), o episódio ocorreu no distrito de Patna, capital de Bihar. O cristão Deepak Kumar estava parado diante da estação de trem de Barh e começou a falar publicamente de Cristo, anunciando o seu Evangelho a quem quisesse ouvir.
Improvisamente dez militantes, provavelmente membros de grupos extremistas hinduístas, se aproximaram dele e começaram a atacá-lo e insultá-lo, deixando-o no chão despido e ferido. Sajan K George, presidente do Conselho global dos cristãos indianos (Gcic), condenou a violência e declarou a Fides: "Esses homens cometeram um crime e devem ser presos. Kumar não estava fazendo nada de ilegal: estava simplesmente falando com as pessoas, exercitando uma liberdade sancionada pela Constituição, como fazem com frequência na Índia pregadores hinduístas que se notam nas ruas. Não podem existir dois pesos e duas medidas, a lei é igual para todos: também os cristãos são cidadãos indianos". (PA) (Agência Fides 7/4/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network